I. 5. Ética, Metafísica e Antropologia



1. Univocidade, equivocidade e analogia

     Todo ser humano, seja filosofo, cientista etc, admitem implícita ou implicitamente que existem idéias e concepções de vida que transcendem sua observação sensível.
     A metafísica é uma elaboração especulativa, racional, crítica e sistemática da concepção de vida que se considera válida. Sobre isso se poderia objetar que existem diversos filósofos que consideram a vida humana estritamente sobre os fatos apenas empíricos, abstendo-se de formular concepções globais universalmente verdadeiras ou racionalmente fundamentadas.
     Assim sendo, para a ética é particularmente importante a concepção da pessoa que é objeto da Antropologia.
     Assim, univocidade do ser significa que os entes múltiplos e aparentemente distintos são na verdade aspectos ou momentos evolutivos de um ou mesmo ser idêntico. Portanto, há um nexo necessário entre o finito e o infinito que se fazem complementares. A univocidade exclui essa realidade identificando o bem individual ao bem comum, seja ele material ou espiritual.
     A equivocidade do ser afirma que das concepções de vida sobre as quais não se pode explicitar a diferença nem a identidade se deve ir em direção de favorecer a diferença, portanto do bem estar individual, por isso não alcança a condição humana sob o prisma de sua dignidade. (por exemplo, se é próprio do homem ser atraído por uma mulher e no entanto existem homens que se sentem atraídos também por homens, se deve ir em direção do segundo)
      A analogia do ser permite articular positivamente, sem contraposições excludentes, a identidade e a diferença, o comum e o diverso, o universal e o singular, o finito e o infinito. De certa forma, ser significa sempre algo em parte igual e em parte diverso.
Distinção horizontal e vertical. (essência e acidentes)


2. Filosofia especulativa e filosofia prática

      No âmbito da analogia, se pode articular a filosofia especulativa (metafísica e antroplogia) e a filosofia prática (ética). A metafísica busca a Verdade, busca ter uma idéia de como são as coisas, especialmente aquelas mais necessárias e universais. Já a filosofia prática (ética) visa encontrar o bem realizável através da ação.
     Assim sendo ambas se relacionam, pois a conduta humana visa um bem, a metafísica ocupa-se de qual é esse bem, como está constituído, e a ética visa a forma de alcançar esse bem a partir de atitudes concretas e portanto, ocupa-se de tudo que faz parte dessas atitudes: vontade (intenção), objeto moral (ato concreto) e circunstâncias.

Postar um comentário

Google+ Followers

Translate

  © Blogger template Shush by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP